whatsapp-logo-icone.png

publicidade

LISTA: 5 grandes vencedores do Leão de Ouro

Atualizado: 28 de set. de 2021

O festival de cinema mais antigo do mundo começa no próximo dia 01 de setembro, a disputa por um Leão de Ouro inaugura de vez a corrida para o Oscar 2022.

Coringa (Todd Phillips, 2019) | Em cena: Coringa (Joaquin Phoenix)

O festival de Veneza é conhecido por sua diversidade, ao contrário de Cannes, a seleção do festival italiano aceita filmes originais Netflix na competição, em 2018, Roma, de Alfonso Cuáron abocanhou o Leão de Ouro, particularmente acho que foi marmelada já que o júri era presidido por Guillermo Del Toro, compadre de Cuáron. A competição tem crescido muito nos últimos anos, por conta do Oscar, a corrida por um Leão de Ouro, tem acertado em cheio o vencedor do Oscar de melhor filme, ao menos nos últimos quatro anos A Forma da Água (2017) e Nomadland (2020) venceram o Leão de Ouro e o Oscar de melhor filme, já Roma (2018) e Coringa (2019) foram os filmes mais indicados ao Oscar em seus respectivos anos.

O festival só começa em pouco menos de um mês, mas para você que você gosta de um cinema mais underground separei então cinco ótimos filmes que venceram o Leão de Ouro, não vou chamar eles de ‘os melhores’ porque ainda não assisti todos os vencedores, sem mais delongas, segue a lista.


5. Um Lugar Qualquer (Sofia Coppola, 2010)

Onde assistir: ClaroVideo

Um Lugar Qualquer (Sofia Coppola, 2010) | Em cena: Cleo (Elle Fanning) e Sammy (Chris Pontius)

O que esse filme está fazendo na lista? Pois é, acredite, é o que muitos leitores que já viram o filme vão indagar, eu sou um assíduo apreciador de toda a obra de Sofia Coppola, desde sua obra-prima Encontros e Desencontros (2003) – aliás, Um Lugar Qualquer, poderia ser um primo de Encontros – aqui a diretora relembra da sua infância, quando acompanha seu pai, o diretor Francis Ford Coppola, durante as gravações, quando ela ficava horas nos hotéis, piscina e acima de tudo, entediada.


4. Adeus Meninos (Louis Malle, 1987)

Onde assistir: HBOMax

Adeus Meninos (Louis Malle, 1987)

O finado Louis Malle foi um dos diretores mais subestimados da França, ao contrário de grandes nomes como Godard, Truffaut e tantos outros, Malle tem o seu nome gravado pra sempre em nossas memórias, mas merecia muito mais.


O Leão de Ouro veio com uma história que se passa na durante a Segunda Guerra Mundial, quando os franceses tentam se proteger e evitar qualquer problema com os nazistas. Ali uma escola católica protege um menino judeu, escondendo sua verdadeira identidade.

3. O Segredo de Vera Drake (Mike Leigh, 2004)

Onde assistir: Telecine Play

O Segredo de Vera Drake (Mike Leigh, 2004) | Em cena: Vera Drake (Imelda Staunton)

Sabe aquele filme que demora pra dizer ao que veio? Pois bem, é assim que Mike Leigh conduz seu filme. Demora um tanto para chegar até o deslanchar do enredo e quando deslancha somos tragados por um filme impactante,


Imelda Stauton está monstruosa em cena e nos faz sentir na pele seu remorso, em algumas cenas fica mais do que claro, o porque da indicação de Leigh a melhor direção no Oscar, grande e importante filme.

2. Coringa (Todd Phillips, 2019)

Onde assistir: HBOMax

Coringa (Todd Phillips, 2019) | Em cena: Coringa (Joaquin Phoenix)

O filme não me deixou ansioso, fui sem sede, a construção e o estudo do personagem são gradativos, a fotografia e a trilha sonora são um espetáculo que fazem o filme crescer junto da atuação digna de Oscar (outra, né?) de Joaquin Phoenix.


Em pouco mais da metade do filme as coisas desenrolam numa velocidade absurda, a cena do anão é um abuso de engraçada, assim como a cena do talk show que eleva o filme em um patamar absurdo, fiquei embasbacado, desnorteado e deslumbrado, pois é... obra-prima que fala?



1. O Segredo de Brokeback Mountain (Ang Lee, 2005)

Onde assistir: Netflix

O Segredo de Brokeback Mountain (Ang Lee, 2005) | Em cena:Jack Twist (Jake Gyllenhaal) e Ennis Del Mar (Heath Ledger)

O melhor filme do século e, claro, um dos melhores de todos os tempos, na minha humilde opinião. Ang Lee fez história em diversos sentidos, mas não vamos focar no filme que conta a história de dois homens que, ao passarem um tempo na montanha Brokeback, acabam desenvolvendo uma relação amorosa que perduraria pra toda a eternidade.


É um grande filme que fala de amor, preconceito, relação humanas, um filme que emociona, que toca e que desperta os mais variados sentimentos no espectador, de verdade, uma obra-prima sem precedentes.