top of page
whatsapp-logo-icone.png

publicidade

10 coisas para desejar, após melhora de Bolsonaro

"Desejo prontas melhoras..." veja 10 coisas menos good vibe e mais urgentes para se desejar, agora que o Jair desentupiu.

Foto/Reprodução MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra)

O presidente da república, Jair Bolsonaro, começou a semana que passou, agitando a imprensa. No dia 14 de julho, após quase duas semanas de desconforto abdominal e crises de soluço, o presidente acordou com dores mais agudas, cancelou a agenda e demandou que o cirurgião gástrico Antônio Macedo, o mesmo que o operou em 2018, viajasse para Brasília para avaliar a eventual necessidade de uma cirurgia de emergência, para desobstruir o intestino de Jair.


Acabou que apesar do susto e da estranha transferência de Bolsonaro, do hospital militar em Brasília, para o hospital Vila Nova Star em São Paulo, o caso não passou de uma obstrução intestinal que aparentemente foi resolvida com tratamento clínico, sem necessidade de intervenção cirúrgica.


O Brasil, diferente da selvageria revelada contra outros políticos em momentos de fragilidade, reagiu muito bem, de forma educada muita gente, normalmente vista criticando o presidente, correu para se solidarizar. Exemplos não faltam, mas esse é um editorial e não uma cobertura jornalística sobre o caso, por isso, ao invés de replicar os desejos de melhoras – já atendidos, afinal, o presidente recebeu alta na manhã desse domingo –, esse editorial irá sugerir uma dezena de outros desejos nobres para se compartilhar nas redes sociais:


01 – Começando pelo óbvio, melhoras aos internados por covid:

“Desejo que as mais de 20 mil pessoas internadas em UTIs com Covid-19, por falta de políticas de restrição de circulação, se recuperem prontamente...”

02 — O desejo pode ir ainda mais longe:

“... e que as 50% que vão sobreviver, não integrem a estatísticas da “covid-longa”, dos quais aproximadamente 25% morrerão em 6 meses e outros tantos terão sintomas por mais de um ano”.

03 – Um desejo mais leve: