top of page
whatsapp-logo-icone.png

publicidade

Vai voar? Conheça a história de Ellen Church e a importância dos comissários de bordo

Muito além do cafezinho, o comissário de bordo tem treinamentos específicos e fundamental importância para a segurança de todos.

Ellen Church, uma pilota que não conseguiu pilotar comercialmente, mas que inventou a base do conforto e da segurança dos passageiros, inventou a profissão de comissário de bordo.

Se durante um voo de curta ou longa duração você receber água, café e suco, além de uma refeição, ótimo sinal. Isso significa que tudo segue bem durante o percurso e você poderá degustar alguma coisa antes de chegar ao seu destino. Mas, seria essa a função primordial de um comissário de bordo?


Considerando que estão presentes nas empresas aéreas do mundo todo e são velhos conhecidos dos passageiros, vale a pena uma viagem pela história dessa profissão para que se conheça melhor a fundamental importância deles, em terra e no ar.

Apesar de ser apta a pilotar, Ellen foi impedida, graças ao machismo da época, de realizar seu sonho de pilotar comercialmente. Ainda assim, sua luta a tornou a primeira mulher a integrar a equipe de bordo de um avião, abrindo caminho para milhares de mulheres que hoje, além de pilotar e zelar pela segurança em voo, ainda ocupam cadeiras no controle do tráfego aéreo e no desenvolvimento de aeronaves.

Por volta dos anos 1930 a aviação ainda estava voltada para profissionais exclusivamente do sexo masculino, como pilotos e ajudantes, até que uma mulher apaixonada pela arte de voar começou a abrir portas para profissionais do sexo feminino. Visionária, ela conseguiu mostrar que a aviação teria um futuro promissor e crescente, necessitando, portanto, de profissionais de ambos os gêneros. Um belo jeito de mostrar que o céu é para todos.


</