whatsapp-logo-icone.png

publicidade

LISTA: 5 Filmes Sobre a Luta Contra AIDS e HIV

Atualizado: 28 de set. de 2021

O vírus da Covid-19 está entre nós, mas o HIV e a AIDS também e a melhor forma de se proteger todos os vírus, é se prevenindo.


O mês do orgulho LGBTQIA+ no Brasil é em junho, mês que acontece a Parada do Orgulho LGBTQIA+ na Avenida Paulista e reúne milhares de pessoas, se você nunca foi, lhe aconselho veementemente que vá em 2022, quando todos já estivermos vacinados, é muito divertido.


Tem atrações para todos os gostos, as pessoas têm uma energia muito para cima e é também a chance de aprender alguma coisa, porque sim, algumas pessoas precisam aprender muita coisa e nós, não temos obrigação nenhuma de ensinar nada, porque respeito a gente trás de casa.


Em homenagem à parada de 2021, cujo tema é a incansável luta contra a AIDS e HIV, "AME+ / CUIDE + / VIVA +", nós separamos cinco filmaços sobre o assunto, sobre a luta.


5. Filadélfia (Jonathan Demme, 1993)

Filme: Filadélfia (Jonathan Demme, 1993) | Em cena: Andrew Beckett (Tom Hanks) e Joe Miller (Denzel Washington)

O primeiro Oscar de Tom Hanks foi interpretando Andrew Beckett que, do dia para a noite, descobre estar infectado com o vírus HIV, é então que sua vida se transforma, ele é demitido do emprego, sofre preconceito por conta de sua aparência frágil, até que ele decide lutar contra o sistema e contrata um advogado afro-americano e homofóbico, uma combinação pouco provável, mas se tratando de um filme Hollywoodiano...

Onde assistir: Google Play Filmes


4. Preciosa (Lee Daniels, 2009)

Filme: Preciosa (Lee Daniels, 2009) | Em cena: Claireece (Gabourey Sidibe)

Preciosa apareceu na lista de filmes sobre diferentes tipos de mães, mas eu simplesmente não poderia deixar essa preciosidade – com o perdão do trocadilho – fora dessa lista, como mencionei anteriormente, o filme conta a história de Claireece (Gabourey Sidibe), uma adolescente, portadora do vírus HIV, afro-americana, pobre, com uma filha com síndrome de down, uma mãe abusiva e um pai estuprador, como você já percebeu é um filme pesado e precisa ter estômago para assistir.

Onde assistir: Amazon Prime Vídeo


3. Clube de Compras Dallas (Jean-Marc Vallée, 2013)

Clube de Compras Dallas (Jean-Marc Vallée, 2013) | Em cena: Ron Woodroof (Matthew McConaughey)

O filme mais premiado da lista, vencedor de três Oscars, incluindo melhor ator (Matthew McConaughey), melhor ator coadjuvante (Jared Leto) e melhor maquiagem, o filme conta a história real de Ron Woodroof, um cara qualquer, branco, heterossexual e que só queria saber de beber e transar, até que ele descobre ser portador do vírus HIV. Começa então uma incansável batalha com a negligente indústria farmacêutica e a busca por medicamentos alternativos que não são autorizados pelo governo.

Onde assistir: Claro Vídeo


2. KIDS (Larry Clark, 1995)

O fotografo Larry Clark vez ou outra se arrisca no cinema, em todos os seus filmes ele retrata a juventude em suas diversas fases, em KIDS não é diferente, mas é mais brutal.


Clark conta a história de um grupo de adolescentes que passam os dias fazendo absolutamente nada, ao menos é o que parece, a garotada fica para lá e para cá nas ruas de Nova York. Bebidas, cigarros, festas e sexo, muito sexo sem proteção, é um retrato cruel da juventude nos anos 90 e se você gosta de filmes chocantes, esse é o seu filme.

Onde assistir: Não localizado


1. 120 Batimentos por Minuto (Robin Campillo, 2017)

Filme: 120 Batimentos por Minuto (Robin Campillo, 2017) | Em cena:

O filme mais importante dos últimos anos, vencedor do Jury Prize em Cannes, o filme gira em torno de um grupo de pessoas infectadas com o vírus HIV, esse grupo se reúne semanalmente para ‘conversar’ sobre o assunto, falar sobre os remédios que surgem, debater sobre possíveis protestos, o Act Up e por aí vai.


O filme é gigante e não estou falando em duração, é um filme importante, que deveria ser exibido em escolas públicas para que só assim, os mais jovens entendam como lidar e como evitar o vírus.

Onde assistir: Globo Play